Diversidade, em todos os sentidos

deputados PSC

 

[PorAlexandre Perger]

Após muitos protestos, deve ocorrer ainda esta semana a renúncia do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP) da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados. A saída é uma estratégia do próprio Partido Social Cristão para evitar um desgaste ainda maior que a figura do parlamentar pode gerar. Com a possível queda do pastor, o PSC deve indicar outro deputado, entre os cinco da legenda que compõe a comissão, para a cadeira. As perguntas que ficam são: qual deles tem um passado ilibado e maior identificação com a defesa dos direitos humanos?

Antonia Lucia

Na prática, a mudança não será grande. A favorita para assumir a CDHM é a vice-presidente da comissão, deputada Antônia Lúcia (PSC-AC), que possui um currículo digno de seu antecessor. A parlamentar chegou a ter o mandato cassado no final de 2011, a pedido do Ministério Público Federal. Ela foi acusada ainda de compra de votos, falsidade ideológica com finalidade eleitoral, formação de quadrilha, peculato, falso testemunho e fraude processual. Na última segunda-feira, o Ministério Público entrou com mais uma ação contra Antônia Lúcia, desta vez por improbidade administrativa. Antes de ser eleita, ela teria recebido do marido, o também deputado Silas Câmara, uma linha telefônica pós-paga da Câmara dos Deputados.

cantora gospel lauriete

Os outros três parlamentares do PSC na comissão também enfrentam denúncias e processos judiciais, pelos mais diversos motivos. A cantora gospel e deputada Lauriete Rodrigues (PSC-ES) é acusada de nepotismo cruzado, já que seu irmão, Levi Rodrigues Pinto, trabalha no gabinete do marido, o senador Magno Malta (PR-ES). Levi foi admitido em junho de 2011, como assistente parlamentar, com um salário de R$ 5 mil, além de outros benefícios como auxílio alimentação, transporte, e diárias por jornada extra. Em sua defesa, Lauriete disse que seu irmão não é empregado da Câmara dos Deputados, e a sua contratação não pode ser considerada nepotismo.

zequinha

Contra o deputado Zequinha Marinho (PSC-PA), pesa a rejeição da prestação de contas de uma das campanhas. As contas foram rejeitadas porque o deputado teria usado recursos que não transitaram pela conta bancária aberta para o registro da movimentação financeira da campanha e arrecadação de recursos. Além disso, o candidato teria arrecadado recursos no dia 6 de julho de 2006, antes, portanto, da obtenção dos recibos eleitorais, que foram entregues em 20 de julho de 2006.

Foto-Veja-Online3

Para fechar, o parlamentar Hidekazu Takayama (PSC-PR) responde ao Supremo Tribunal Federal processo por crime de peculato. Entre os anos de 1999 e 2003, ele teria nomeado 12 funcionários fantasmas para seu gabinete, quando ainda era deputado estadual. Na verdade, todos trabalhavam de forma particular para o deputado e nunca receberam os salários referentes aos “trabalhos no gabinete.” Com isso, Takayama teria se apropriado do montante.

E pra você, qual o ‘favorito’ para assumir a comissão?

Comentários em: "Possíveis substitutos de Marco Feliciano, deputados do PSC enfrentam processos judiciais" (4)

  1. Mákibeleza. Sem contar que o Zequinha é autor de projeto pra proibir adoção por casais gays e o Takayama tem projeto que exclui os ministros religiosos de crime de injúria, de pena pra parto de anencéfalo e contra o uso de células tronco. Ou seja…

  2. Que DEUS nos acuda interceda por nós SERES HUMANOS,de toda raça, cor, credo, preferencia religiosa ou sexual.Só posso deixar aqui uma oração para que todos que a lerem já esteja também orando:Flui para meu interior,o INFINITO AMOR de DEUS, em mim resplandeça a luz espiritual do AMOR,esta LUZ se intensifique CUBRA todo o parlamento,e preencha o coração de todos os parlamentares com sentimentos de AMOR,PAZ, ORDEM ,e REVERENCIA ao POVO que os elegeu e é o CENTRO MAIOR deste PARLAMENTO.MUITO OBRIGADO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Hugo. disse:

    Como diz o comercialzinho do governo:
    Eu votei limpo.
    Só que os políticos defecaram sobre meu voto.
    A maior desilusão de um homem é quando ele vai ao médico e ele se despede dizendo vamos ter fé em deus, sinal de que ele já não tem esperança nenhuma de sua cura e nem COMPETÊNCIA para lhe dar um diagnóstico correto.
    A religião ‘pelos religiosos principalmente’ deveria ser levada mais a sério.
    Saibam interpretar um texto.
    Abraço.

  4. Cruzes! A cada dia que passa vamos descobrindo mais aberrações na nossa política e depois a aberração sou eu, que sou homossexual.

    http://umuniversonoarmario.wordpress.com/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: