Diversidade, em todos os sentidos

– Sem Título

As vezes escrever aqui me remete a algo de desespero.
Precisar ser ouvido, precisar ser… visto.
Ou lembrado.

Algo assim.
Algo como desabafar sozinho.
Algo como escrever coisa qualquer na parede de casa.
Mesmo sem ninguém ler, parece doer menos quando dói pra fora.

Disse ontem pra Ana uma coisa que eu achei tão… cruel,
comigo mesmo.

Disse que era mais sozinho que a solidão.
Porque ela, como coisa quase física,
sempre acompanha quem a sente.
E eu me sinto árido,
sem passos marcados no chão rachado pelo sol.

O problema não é se sentir sozinho.
O problema é sentir que isso não é um sentimento.
O problema é sentir que isso é parte de mim.

Comentários em: "– Sem Título" (1)

  1. Anonymous disse:

    Adoro o modo como você escreve, sem contar que me identifico de várias maneiras. Enfim… ^^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: