Diversidade, em todos os sentidos

Eu queria ter amigos só pra ter o que falar
Uma porção parasitas que quisessem meu lugar
Para alimentar inveja e o desejo em ver o meu fim

Porque ser melhor que os outros é bonito e faz crescer
Finas flores do bom gosto, digam “oi” para o buquê
Quando eu adentrar na sala quero todo seu olhar em mim

Como assim?
Você não viu?
Se é bom pra Nova Iorque é bom para o Brasil
Eu não sei quanto a você
Mas eu só quero conhecer quem sabe a última palavra em fashion

Você disse que teria o que podia me ajudar
As pessoas, as tendências e os lugares pra ficar
Eu só tinha que investir na reengenharia pessoal

Eram vinte em vinte chances de eu ter o meu desejo
Construir um castelinho com as coisas que apedrejo
Receber mil convidados e dizer ignorar o material

Eu só eu quero expandir
Meu pensamento burguês
Eu lhe dei tudo que tinha e você não se satisfez
Apanhei pra aprender, mas agora já sei
Qual é a última palavra em fashion

Me pintei todo de verde, mas o certo agora é azul
Eu não quis acreditar, você pôs a culpa no cool
Pois no topo do mundinho in & out só há lugar pra um
(Ecos Falsos)

Comentários em: "– A Última Palavra em Fashion" (2)

  1. o mundinho fashion faz juz ao nome, é um mundinho…gostei de seu texto, versos e conceitos coesos.Obrigada ela visita em meu blog,vou te ler sempre…

  2. E se importam mais com a casca do que com a polpa. E se vestem ‘lindos’, com cabeças vazias. E falam sobre roupas, que é tudo que sabem. E cansam. Muito. Prefiro ser brega e ter algo pra dizer. 🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: