Diversidade, em todos os sentidos

Quem é esse @delucca?

Eu me chamo William, mas porque meu pai quis. Minha mãe teria escolhido Alexandre. Tenho ascendência portuguesa, italiana, espanhola e francesa, mas nunca viajei nem pro Paraguai. Já fui pro nordeste, que parece mesmo um outro país.

Eu nasci em São Bernardo do Campo, mas não tenho sotaque. Nem sotaque de catarinense eu tenho, apesar de morar em Balneário Camboriú há 15 anos. Sou uma pessoa ‘asotacada’. E que adora neologismos.

Lá, eu tinha três bons amigos, quando eu ainda era um molequinho. Eram Caio, Harri e Guto. E eu, claro. Não sei por onde eles andam, nem quem são eles hoje. Ter me mudado, e continuar mudando por dentro, fez com que eu não tivesse ‘amigos de infância’. Hoje tenho três amigos de verdade. E dos bons.

Sempre tive medo de perder meus pais. Quando eles saiam, iam fazer qualquer coisa fora, eu sempre imaginava que o carro tinha batido, e ficava esperando o telefone tocar, pra me avisaram que eles tinham morrido. Eu ainda imagino essas coisas, de vez em quando.

Descobri minha sexualidade da maneira mais natural possível, mas me arrependo de ter ficado com 97% dos caras que eu já beijei. Fiz sexo muito cedo, e só fui descobrir que trepar é diferente de fazer amor quando já era tarde demais.

Eu gosto muito de ler poesia, mas ‘literatura formal’ me dá um pouco no saco. Poucos livros de prosa me deram tesão do começo ao fim. Gosto de leitura mais rápida, assim como são os poemas que eu escrevo.

Desde muito cedo eu queria ser jornalista. Depois quis ser paleontólogo, cientista da Nasa e chefe de cozinha. Neste ultimo devaneio eu até investi, começando a estudar na faculdade de gastronomia. Depois de ver que a gente é para o que nasce, transferi pra jornalismo, e me formei no final de 2007.

Apesar de não ter me formado em gastronomia, sou apaixonado por ela. Sempre leio, me atualizo, e cozinho em casa, ou pros amigos. Amo comida italiana e japonesa, mas estou sempre aberto para novas experiências culinárias.

Odeio insetos. Todos, sem exceção. O mundo seria melhor sem baratas, gafanhotos, mariposas e aranhas. (Sim, eu sei que aranhas são aracnídeos, mas não são menos nojentas e desprezíveis por causa disso). Se deus existisse, só haveriam gatos, cachorros, vacas e homens no mundo.

Já que eu toquei no assunto, sou ateu. Já fui católico, entrei uns cultos evangélicos, visitei terreiros de umbanda e estudei budismo. Acho que o budismo é a teoria de vida que mais faz sentido, entre todas que eu escutei, exatamente por não ter um ‘deus’, mas eu ainda não pensei muito bem sobre o assunto.

Tenho horror de gente que leva sua sexualidade à frente de tudo. Gente que força expressões e gírias que elas acham que precisam para estar inseridas em um grupo social. Antes de ser gay, sou William, branco, paulista, jornalista, palmeirense, poeta, cinéfilo e um monte de coisas. Minha sexualidade não delimita nem orienta meu jeito de agir e de pensar. E acho que não deveria delimitar e orientar o seu também.

Tenho uma tendência a defender a esquerda. Acredito que os problemas crônicos da nossa sociedade passam por uma revisão geral no que a direita elitista vem fazendo com nosso mundo há séculos.

Sou palmeirense fanático. Gosto muito de futebol de uma maneira geral, mas sou daqueles caras que entra em discussões furadas do tipo ‘meu time é melhor que o seu. Sim, eu sou meio obtuso nisso, mas paciência.

Eu já disse ‘eu te amo’ pra muita gente, mas acho que só amei mesmo quatro vezes. Em duas delas, não houve reciprocidade. Nas outras duas, dois namoros frustrantes que me fizeram chorar mais do que eu podia. Não dou muita sorte no amor, apesar de me achar um partidão.

Apesar dos complexos que sempre tive (e as vezes tenho), hoje sou um cara confiante. Descobri que, apesar de 90% das pessoas que eu me interesso serem fúteis e ligarem mais pra minha aparência e pras roupas que eu uso, do que pra o que eu posso fazer por elas, eu sou um cara muito foda, ainda vou achar um cara bacana que mereça todo meu amor, e meu carinho. Duvida? Pague pra ver!

Comentários em: "Quem é esse @delucca?" (67)

  1. roberto ness disse:

    Curti a sua forma de falar sobre você, Wiliam. Certamente estás de bem consigo mesmo.Um abraço. Betho.

  2. Rogério disse:

    Olá William. PARABÉNS por se AMAR e se ACEITAR, por AMAR seus pais, e pelo RESPEITO que voce concede e recebe!
    Superei a “fase” do ser “aceito”, concedo e exijo respeito, do restante tenho superado TODOS os DIAS, com LOUVOR Felizmente!
    Gostei da sua postura, conduta e fala!
    Desejo que voce seja MUITO FELIZ em TUDO o que fizer, e tenho certeza que alguém que te mereça, irá de admirar, AMAR e respeitar!
    Sucessos SEMPRE menino!
    Rógher.

  3. Barbara disse:

    voce realmente merece alguem que te de valor.
    ^^

  4. Raquel Thomé disse:

    Oi, William. Achei seu blog por acaso, e gostei bastante do modo que você levanta algumas questões. Vou visitar mais vezes.
    Agora sobre encontrar alguém, pode ter certeza que em algum lugar existe uma pessoa (pelo menos, né) que saiba a palavra exata para completar nossas frases incompletas.
    :)

    até mais,

    raquel

  5. “Já fui pro nordeste, que parece mesmo um outro país.”

    Pra quem faz análises sobre homofobia, este é um comentário bem preconceituoso, não?

    • Eu MORO no nordeste, amor.
      E dizer que a Suécia é diferente da Romênia é preconceituoso com qual das duas?
      E dizer que a China é diferente da Coréia?

      Diferente não é pior ou melhor, quem está atribuindo juízo de valor é você.

      • Gabriela disse:

        “Diferente não é pior ou melhor, quem está atribuindo juízo de valor é você.” Sensacional! Adorei seu blog, vou passar por aqui sempre.

      • Te espero por aqui sempre. :)

  6. Gabriela disse:

    4º e 9º parágrafo: EU!

  7. Charles disse:

    É garoto!!! gostei do seu jeito e do seu modo de pensar. Que muitos possam se enriquecer com o seu blog. O brasil e o mundo precisam disto: senso crítico e argumentação, ou pelo menos respeito ao próximo. Abraços e parabéns pela sua contribuição para um mundo melhor!!! Charles

  8. Aline Assis disse:

    Ameeeiiii!!!
    Inclusive suas respostas para os comentários (todos! rs)
    Eu cantaria pra Vc assim:
    “Estranho seria se eu não me apaixonasse por Vc”
    beeeijos
    Aline Assis

  9. Pronto, gamei! cheguei aqui por conta do Post sobre casamento gay e vim te conhecer… perdi. Vai pro Reader AGORA!
    Obrigada por existir.

    • HAUHAUHA
      Ah, assim eu fico sem jeito, pow!
      Mas obrigado pelo carinho, vou postar com mais frequencia agora. :)

  10. Paulo disse:

    “Ah, valeu!
    Eu já encontrei, na real.
    Estou namorando e BEM feliz. :)”

    Ok, esse comentário não foi dos melhores, mas…

    Hahaha brincadeira, felicidades no namoro * *

    Acho que o texto do casamento deu o que falar e trouxe a galera pro blog, poste com mais frequência mesmo ^ ^

    Até !

  11. Taty disse:

    Achei seu blog por acaso… e sinceramente, achei incrivel.
    Parabéns! de verdade!
    Sou bisexual, namoro um cara ja a um tempinho e o amo absurdamente, mas antes dele, me assumi como “lesbica” e me “machuquei” bastante. Ou seja, sei exatamente como funcionam as coisas…
    Bom, é isso. Parabenizo-o por se aceitar, e acima de tudo acho que o mundo precisa de mais pessoas assim, abertas a novas ideias e acima de tudo que prezam a felicidade e o respeito mutuo.
    Beijinhos ;*

    • Ah, valeu!
      Eu tento fazer as coisas pra ajudar gente como a gente.
      Me segue no twitter que a gente troca ideia! :)

  12. Nunca encontrei uma biografia tão agradável de ler. Seria bom encontrar também seus poemas, de quando em quando (:

    • Ah, obrigado!
      Tem uns poemas meus aqui no blog mesmo, mas mais pra traz.
      Ando em uma seca de poesias, sabe-se lá o pq…

  13. Parabéns! Seu Blog é excelente!!! Estou compartilhando vários textos no Facebook!

  14. olimello disse:

    Gostei, gostei muito!

  15. Kelly disse:

    Nunca encontrei uma biografia tão agradável de ler. [2] Geralmente não tenho saco para çer coisas que pessoas escrevem sobre si mesma. Mas você prendeu minha atenção e meu interesse.

    Tens uma alma simplesmente apaixonante!

    Ganhou uma fã.

    =)

  16. Paloma disse:

    Acho que nunca li uma descrição melhor que essa. Parabéns pela sua atitude e coragem :)
    Gostei muito do blog também. Bjus!!!

  17. Tati Groff disse:

    oi William, gostei!

  18. Nossa, curti mesmo sua descrição.
    Acho que o motivo de eu não ter assumido pra todo mundo ainda é o estereótipo que as pessoas insistem em colocar: “ah, ele pensa de determinada maneira porque é gay”.
    E me identifiquei muito com o último parágrafo! haha.
    Parabéns pelo blog.

  19. estou adorando seu blog william, ja esta na barra de favoritos! sua escrita é instigante parabéns guri!

  20. William,
    “Quem é de verdade, sabe quem é de mentira.”
    Você me passa verdade. tens todo o meu respeito e carinho.
    Parabéns pelo blog! Vou adicioná-lo ao meu como indicação de boa leitura.

    Abraços,

    • Ah, obrigado, Flavia!
      Eu tento ajudar como eu posso, sendo sempre sincero, comigo e com o mundo. :)

  21. Juliano Oliveira disse:

    Parabéns William.
    Quando li a sua postagem através do link de uma colega de trabalho, fiquei meio bolado!
    Resolvi então ler todo o seu blog. Gostei muito de como se expressa, de como conta da sua vida. Com certeza deve ser um cara bastante legal e espero que siga a sua vida assim. Parabéns! Ótimo começo de ano.

  22. Descobri seu blog hj e sem dúvidas vc é um PARTIDAÇO! Parabéns!

    • AHUHAUHAA
      Preciso tirar essa parte do post.
      Meu namorado detesta! :P

      Mas obrigado pelo carinho, Samuka!

  23. Olá William.

    Meu nome é André e, assim como você, sou apaixonado pelas letras, neologismos e por brilhantes descobertas. O seu blog é sincero, intimista sem escorregar no sentimentalismo e traduz uma fração da pessoa que imagino que você seja. Não, não sou homossexual (apesar de não ver vantagem ou desvantagem alguma na condição), mas resolvi postar esse comentário aqui congratulando-o pelo excelente texto ” Dez motivos para não se aprovar o casamento gay”. Graças ao blog “Treta” cheguei aqui e, apesar de toda a barbárie que observei nos comentários postados por uma parcela burra dos seguidores daquele blog, senti-me na feliz obrigação de vir aqui e deixar o meu carinho, minha consideração e o meu respeito por quem faz do ofício de escriba a razão da sua existência.

    Gostaria de ter a sua pessoa em meu rol de amigos virtuais e, se possível, manter o contato. Também escrevo (mais em tom de esculacho que tudo) e gostaria de ter a felicidade da sua visita ao meu bloguinho.

    Mais uma vez, meus mais sinceros parabéns.

  24. Max Moura disse:

    Olá, Willian Alexandre (brinks!)

    Como vários comentários que li, também descobri por acaso.
    Achei sua apresentação leve e interessante.
    Fiquei feliz até por descobrir que está feliz com seu namo! ^^
    Mas no seu texto, você tocou em algo que, apesar de concordar, eu discordo (sim, é uma ambiguidade que eu convivo), que foi a parte “Tenho horror de gente que leva sua sexualidade à frente de tudo.”
    Depois de frequentar ambientes gays politizados, comecei a perceber que o levar a sexualidade à frente de tudo é uma forma de autoafirmação.
    Fico feliz que você não precise (pelo que parece)… eu de vez em quando ainda preciso dela e conheci muita gente que depende dela.
    Mas super respeito seu ponto de vista e só por ter sido leve, irei debulhar seu blog.
    Mais uma vez parabéns…
    Saudades rubro-negra! ^^
    Abçs

  25. rainekao disse:

    E é um partidão mesmo… Eu tentaria em vc, quem sabe isso role né? rssss #sousincero Abrass! ;)

    • AHUHAUHA
      Valeu, guri,
      mas eu estou namorando e bem feliz. :P

      Mesmo assim, obrigado pelo carinho.

  26. “… ainda vou achar um cara bacana que mereça todo meu amor, e meu carinho. Duvida? Pague pra ver!”

    Já achou! Te amo, neguin. :)

  27. Felipe disse:

    Parabéns pelo blog, William!
    Com certeza me ajuda muito no momento em que estou vivendo!
    É muito interessante a forma que vc escreve… é leve, culto, interessante, não é fútil e seus textos sim tem os assuntos que TODO gay deveria conhecer!
    Obrigado por defender essa causa e pelas palavras sábias, que educam, informam para um mundo melhor e as vezes até servem como uma “palavra amiga”!
    Ser gay é ser normal, e o seu blog defende essa ideia de maneira crítica, inteligente e natural!
    Parabéns, e já adianto que serei mais um leitor assíduo!

  28. William gostaria de saber com quantos anos descobriu sua homosexualidade, pois tenho 12 e ja tenho pensamentos homofobicos na cabeça gostaria de saber resposta obrigado ^^

    • Tem pensamentos homofóbicos ou gays?
      Tu tem interesse por outros meninos?

      Eu sempre soube que era gay, mas assumi pra mim mesmo quando tinha 19. :)

  29. Gibom disse:

    Palmeirense =)

  30. Félix disse:

    De fato: “…sexualidade não delimita nem orienta meu jeito de agir e de pensar. E acho que não deveria delimitar e orientar o seu[pensamento] também”.

    Meu caro. Eu não sou gay, e digo isso para demonstrar que até os não gays sofrem com a “defesa exacerbada da sexualidade machona”.
    Eu sempre quis me relacionar com uma única garota(e consegui heheh), casar-me ter família com esta mulher ; por isso nuna fui “pegador” .
    Justamente , por conta do meu posicionamento, acabei sofrendo preconceito durante os anos escolares. O esteriótipo machão, pedagor utilizava do preconceito contra aqueles que não aderissem aos seus ideias.
    Já fui tachado de muitos nomes por não curtir pegação.
    Quero chamar atenção pois este tipo de comportamento agride muito crianças que estão à margem do que é “status”. Tantos gays, nerds, gordos, feios(relativo, é claro), sofrem com esse machonismo “filhodaputa” que esse bando de retardado emprega.
    Não estou falando de brincadeiras entre colegas, estou falando da humilhação que os preconceituosos fazem os outros passarem.

    Hoje em dia sou muito mais confiante, mudei radicalmente algumas características que me faziam abaixar a cabeça. No entanto, não esqueci do meu respeito pelos marginalizados, pelo contrário, minha empatia só aumento.
    Cresci como pessoa, aprendi uma arte marcial, não para ferir ninguém, mas sim para proteger aqueles que são feridos injustamente(quando dá para fazer né, nada de heroísmo hahah).

    Espero que relate , caso tenha havido, os seus momentos ruins com os idiotas que pensam ser alguém por ser chamados de pegadores e machões, os que professam: “homem que é homem não abraça homem”.
    Um forte abraço!

  31. Poxa cara quase fiquei apaixonado por vc kkkkkkkkk!
    Minha história parece um pouco com a sua…
    Porém com a diferença que acredito com todo meu ser em DEUS e sei que ELE irá julgar esses que se acham melhores e mesmo tendo poder pra fazer o bem, fazem apenas o mal e negam a justiça a quem a tem por direito!…
    Descobri seu blog por acaso e pretendo visitá-lo sempre…
    Um grande abraço pra vc meu amigo!
    E boa sorte no amor pois também estou precisando! kkkkk!
    Grande abraço!
    Robson Franco

    • HAUHAUHAUH

      Valeu guri.
      No lugar da paixão (já que estou namorando), a gente pode ser amigo! :)

  32. Espero que tenha sido um elogio dizer que o Nordeste parece mesmo um outro país. Não quero me decepcionar com preconceito dentro de um site que parece ter como pano de fundo justamente o oposto.

  33. Espero que tenha sido um elogio dizer que o Nordeste “parece mesmo um outro país”. Odiaria me decepcionar com discriminação dentro de um site que parece lutar exatamente contra isso.

    • Achei que isto estava implícito.
      Que juízo de valor há na palavra ‘outro’? Outro quer dizer diferente, o que não quer dizer que é melhor ou pior…

  34. Maurício dos Santos disse:

    Grande William! Como pré-candidato a vereador, em Balneário Camború, sinto que a leitura do seu blog é fundamental não porque sou seu colega de profissão e de sigla, nem porque eu me simpatizo com o material que você oferece atenção, mas sim, pela razão de que acompanhar seus escritos é fundamental para qualquer LGBT, cidadão, jovem de mente e espírito, e ser humano.

    Quando assumimos uma luta, devoramos um sentimento, e fazemos parte dele.

    Parabéns por ser uma DIFERENÇA que faz a DIFERENÇA.

    A luta, e a vida, continuam, meu camarada!

  35. Parabéns William, pelo blog. Não sei se lembra de mim, mas lembro bem de você. ;) Sou Michell, de Fortaleza. Muito bom ver notícias suas e saber que está bem. Abraços.

  36. Parabéns William, td de bom para sua vida, abraços
    Quando eu era mais pequeno tbm pensava que algo de ruim tinha acontecido com meus pais quando eles saiam, kk

  37. Cara, acho q qq pessoa q ler este seu texto vai se identificar com vc pq vc eh humano! Adorei o seu blig! Abraçao de Brasikia pra vc!

  38. Ricardo disse:

    Cai aqui por acaso depois que um amigo publicou um artigo seu no FB. Simplesmente amei seu blog e suas opiniões. Com certeza vou voltar aqui sempre. Boa sorte!

  39. Descobriram o verdadeiro ponto nevrálgico do Brasil: Não são os políticos corruptos, as confusões da copa, o tráficos de drogas, a miséria nem a violência… É o Marcos Feliciano presidente da comissão de direitos humanos…

  40. Excelente blog, já estou seguindo. Poderíamos linkar nossos blogs? Dê uma passada por lá.
    http://umuniversonoarmario.wordpress.com/

  41. hellen disse:

    Olá! acessando o blog de Edith Modesto, me deparei com o seu e resolvi acessar,vc está de parabéns! A diversidade de orientação sexual é uma condição natural e espontânea do ser humano. Um grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 112 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: